Saiba por que converter o Perfil da sua empresa em uma Página do Facebook

Legião de fãs da Empresa

Está usando um Perfil (Conta Pessoal) em vez de uma Página, no Facebook, para manter-se em contato com os fãs da sua empresa? Tem bons motivos para isso? Está ciente das limitações e possíveis consequências da sua escolha?
Se estiver ciente, ótimo. Só não reclame depois! Caso não esteja ciente, este artigo é para você.

Por que optar por uma página

1. Seguir as regras

Usar um perfil para representar qualquer coisa que não seja uma pessoa (por exemplo, uma empresa, um negócio local, um produto, um serviço, uma marca e etc), é uma violação dos termos de uso do Facebook, punível com a exclusão do perfil infrator, conforme o descrito em http://www.facebook.com/help/?faq=201994686510247.

Isso significa que, se o Facebook souber do abuso e desejar, pode excluir o perfil que você está usando para representar o seu negócio e você terá que reconstruir a sua base de fãs a partir do zero.

2. Respeitar a privacidade dos fãs

Quando uma pessoa se torna “amiga” do perfil de sua empresa, ela está expondo muitas informações pessoais não só aos donos da empresa, mas a todos os administradores desse perfil “empresarial”, como funcionários e colaboradores. Nem todas as pessoas se sentirão confortáveis compartilhando detalhes de suas vidas pessoais com as empresas das quais são clientes e isso pode inibir/limitar o crescimento da sua base de fãs, a partir de certo momento. Eu, por exemplo, não vejo razão nenhuma para expor meus amigos e familiares a pessoas estranhas e jamais aceito “solicitações de amizade” vindas de uma empresa ou de um negócio local, independentemente de quem sejam seus donos.

“Curtir” uma Página permite que seus fãs controlem muito melhor quais informações eles compartilharão com a sua empresa (e colaboradores) do que ao “Aceitar uma solicitação de amizade” de seu Perfil de negócios.

3. Ter quantidade ilimitada de fãs

A menos que o seu Perfil de negócios permita assinantes (falaremos sobre esse assunto em outra oportunidade), há um limite para a quantidade de “amigos” que ele pode ter: 5 mil.
No caso de uma Página, a quantidade possível de fãs é ilimitada.

4. Criar anúncios ou histórias patrocinadas

O Facebook permite a utilização de anúncios e histórias patrocinadas (pagas) para divulgar o seu negócio, conquistar mais fãs e aumentar as vendas. Todavia, os anúncios e histórias só podem ser vinculados a páginas, locais, eventos, aplicativos ou a um endereço externo e não podem ter um Perfil (Conta Pessoal) como endereço de destino, conforme descrito em http://www.facebook.com/help/?faq=227391960610941#A-que-posso-vincular-o-meu-anúncio? e http://www.facebook.com/help/?faq=196334053757640#Destino.

5. Acessar dados estatísticos e usar aplicações especiais

Uma Página possui ferramentas que não estão disponíveis para o Perfil. Por exemplo, é possível saber quantas pessoas foram alcançadas por uma notícia ou informação que você publicou na página ou determinar as características gerais da sua base de fãs: distribuição entre sexo masculino e feminino, faixa etária, localidade e etc.

Para melhorar a experiência e a interação com os visitantes e fãs da sua página, você também pode instalar aplicações do Facebook (chamadas de Facebook Apps) para incluir páginas personalizadas, criar concursos e promoções, permitir a assinatura de sua newsletter e montar uma pequena loja virtual, entre muitas outras possibilidades.

6. Permitir que as publicações, na sua linha do tempo ou no seu mural, sejam vistas fora de Facebook

Saia (desconecte-se ou faça logout) do Facebook e acesse o endereço do seu perfil. Pode tentar acessar o meu perfil pessoal para testar: http://www.facebook.com/daniel.halima. Quanta informação você consegue visualizar? Clique em alguns links e veja o quanto consegue acessar sem logar-se no Facebook novamente.

Agora, ainda desconectado, acesse as seguintes Páginas: http://www.facebook.com/Onbiz, http://www.facebook.com/pagseguro e http://www.facebook.com/Bradesco.

Percebeu a diferença? Seus clientes estão todos no Facebook? Então, por que restringir as informações de seu negócio apenas aos que estão? A decisão é totalmente sua, mas restringir o acesso parece um tiro no pé.

Além disso, da mesma forma que algumas das informações do Perfil não podem ser visualizadas por pessoas que não possuam acesso ao Facebook, o Google e outros mecanismos de busca, como o Bing ou o Yahoo, também não conseguem acessar e processar essas informações.

Se você não quiser que sua empresa seja vista ou exista fora do Facebook, você está fazendo um ótimo trabalho usando um Perfil… Já se quiser aumentar a visibilidade de seu negócio, opte por uma Página.

Quer saber como usar a ferramenta de migração do Facebook para converter o Perfil da sua empresa em uma Página, sem perder seus fãs? Então leia este tutorial!

Se gostou deste artigo, clique aqui, curta a Página da Onbiz e continue a acompanhar o Blog.

Leia também:

Daniel Henrique Alves Lima

Atualmente, dedico-me a ajudar pequenas empresas a começarem na Internet ou a melhorarem sua presença na web, através de seus sites e blogs, construindo uma boa e reputação online. Esta servirá para se aproximarem de seus clientes atuais e para alcançarem novos clientes, gerando mais negócios.

Saiba mais sobre mim no site da Onbiz ou acessando meu blog pessoal.

Mais posts

Siga-me:twitterlinkedin

Nenhum comentário

Deixe um comentário


cinco + 4 =